Lojas Americanas Celulares

Nem tão segura: CEO de banco chama a bitcoin de fraude e seus investidores de "foras da lei"

Lojas Americanas 13 Set 2017



A bitcoin desperta a curiosidade de muitas pessoas ao redor do mundo. Agora, a criptomoeda, que bate recordes de valor a cada semana, chamou a atenção do homem à frente de uma das maiores instituições bancárias do planeta. O CEO, presidente e chairman do banco JP Morgan, Jamie Dimon, fez duras críticas ao investimento em bitcoins e chamou quem usa a moeda de “traficantes e assassinos”. Jamie Dimon fez essas declarações durante uma conferência da área que está sendo realizada em Nova Iorque. Ele começou dizendo que demitiria “em um segundo” qualquer um dos seus funcionários que fosse pego negociando bitcoins. “A moeda [bitcoin] não vai funcionar. Não se pode ter um negócio em que pessoas podem inventar uma moeda do nada e achar que quem estiver comprando isso seja inteligente. Se você estivesse na Venezuela ou Equador ou Coreia do Norte, ou um monte de lugares como esses, ou se você é um traficante, um assassino, coisas assim, seria melhor negociar em bitcoins do que em dólares americanos. Então talvez haja mercado para isso, mas seria um mercado limitado. ”

Ainda segundo o executivo, a bitcoin vive uma bolha e que a hipervalorização da moeda vai acabar (a unidade de bitcoin está sendo negociada por mais de 14 mil reais neste exato momento). “Ela poderia estar custando até 20 mil dólares antes de isso acontecer, mas a bolha vai estourar eventualmente. Honestamente, estou chocado que ninguém possa vê-la pelo que ela de fato é.” Concorda com as declarações do CEO do banco JP Morgan? Diga pra gente nos cometários.

Celulares BR © Copyright 2017 - 2017, Todos os direitos reservados