Lojas Americanas Celulares

Desempenho do Zenfone 4 Max | Teste de velocidade oficial do TudoCelular

Lojas Americanas 17 Dez 2017



O Zenfone 4 Max chegou com mudanças pontuais em relação ao seu antecessor, apostando principalmente no novo conjunto de câmeras e em uma bateria maior para convencer os consumidores. Por outro lado, temos a chegada da nova e reformulada Zen UI 4.0, que ao menos em nossos testes com os demais modelos da linha Zenfone 4 se mostrou muito bem otimizada, podendo assim tirar maior proveito do hardware em dispositivos mais simples. Após realizarmos um rápido unboxing onde tiramos também as primeiras impressões com o aparelho, fizemos também nosso teste de bateria, onde vimos que os 5.000 mAh são capazes de prover ao menos dois dias de uso mais moderado sem problema algum. Agora, chegou a hora de vermos como o conjunto de especificações técnicas se porta em termos de performance, sendo este obviamente outro ponto muito importante para definir se um dispositivo vale a pena ou não.

Falando um pouco sobre o conjunto oferecido no Zenfone 4 Max, este modelo usado em nossos testes conta com chipset Snapdragon 430, GPU Adreno 505, 3 GB de RAM e 32 GB de espaço para o armazenamento interno, expansível via microSD. Ele tem ainda uma tela IPS LCD de 5,5 polegadas HD (720 x 1280 pixels), podendo ser encontrado em uma versão mais básica com Snapdragon 425, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno.

O nosso primeiro teste consiste em medir quanto tempo o Zenfone 4 Max leva para abrir uma dúzia de apps. Na lista selecionada temos os apps nativos de Câmera, Galeria e Configurações, enquanto outros foram baixados, como Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop, Pokémon Go e Asphalt 8. Na primeira volta vimos que o Zenfone 4 Max está bastante otimizado, sendo necessários apenas quase 1 minuto e 28 segundos para que todos os apps fossem abertos e pudéssemos iniciar a segunda rodada. Para efeito de comparação, o Zenfone 3 Max levou 2 minutos e 26 segundos, enquanto outros intermediários como Moto G5 e Vibe K6 Plus ficaram também acima dos 2 minutos. No retorno dos apps à partir da RAM, vimos que a Zen UI 4.0 está conseguindo lidar sem problemas com 3 GB de RAM, precisando de somente 22 segundos para reabrir todos os aplicativos e pausar o cronômetro, totalizando assim 1 minuto e 50 segundos. Com este tempo, o aparelho da Asus fica à frente de rivais como Moto G5S, Moto G5 Plus e Galaxy J5 Pro, sendo assim uma boa opção para quem não quer ficar esperando os aplicativos recarregarem toda hora.

Passando então as testes de benchmark, no AnTuTu tivemos a pontuação de 44.087, ficando assim no mesmo patamar de outros modelos com chipset Snapdragon 430 ou equivalentes, como o MediaTek MT6750 e o Exynos 7870.

No GeekBench a situação não muda muito, sendo marcados 665 pontos no teste single-core e 2.527 pontos no teste multi-core. Para efeito de comparação, o Zenfone 3 Max conseguiu 627 pontos no single-core e 2.032 no multi-core quando fizemos o teste ainda com o aparelho rodando o Android Marshmallow, demonstrando que temos algo no mesmo patamar. No teste de GPU da ferramenta foram marcados 2.115 pontos, curiosamente ficando bem acima do que geralmente temos em modelos intermediários, já que aqui é usada uma tela HD ao invés de Full HD. Por sinal, o único dentre os principais rivais a superar o Zenfone 4 Max foi justamente o Galaxy J5 Pro, que também possui um display em 720p.

Partindo para um teste focado em avaliar o desempenho gráfico, tivemos a pontuação de 297 pontos no Sling Shot Extreme do 3D Mark, ficando basicamente no mesmo nível de outros intermediários mais simples nesta faixa abaixo dos R$ 1 mil.

Fechando os testes de benchmark, tivemos desempenho razoável no GFXBench, reforçando que usar uma tela HD foi a melhor decisão da Asus para o Zenfone 4 Max. Por aqui, tivemos 14 fps no Manhattan com a resolução nativa da tela, 7,1 fps no Manhattan offscreen, 24 fps no T-Rex com a resolução nativa, e 16 fps no T-Rex offscreen.

Chegamos então ao teste prático com jogos, onde usamos o GameBench para medir a taxa média de quadros por segundo alcançada por eles, bem como o consumo de CPU e RAM. Caso esteja interessado no app, estará disponível mais abaixo um link para download na Play Store, e você pode conferir também o tutorial que fizemos para ajudar a configurá-lo corretamente em seu aparelho. O Asphalt 8 foi executado com a boa taxa de 29 fps em média, precisando de apenas 9% da potência da CPU e mantendo 504 MB de RAM ocupados. Já o Asphalt Xtreme não foi tão bem assim, tendo média 20 fps, mas com 8% da CPU utilizada e RAM em 657 MB. No Injustice 2 tivemos também uma boa média, com 28 fps na maior parte do tempo, o que deve ser suficiente para a maioria dos usuários. O consumo de CPU ficou em 9%, e o de RAM em 634 MB. Fechando esta primeira parte, tivemos 39 fps em média no Modern Combat 5, com consumo de CPU em 10% e de RAM em 457 MB. Nos jogos mais simples, tivemos 60 fps em média no Subway Surfers, demonstrando que o Zenfone 4 Max não tem problema algum para rodar jogos mais simples com a máxima fluidez. O consumo de CPU ficou em 5%, e o de RAM em 283 MB. Já o Clash Royale teve média de 58 fps, com os mesmos 5% de consumo em CPU e o de RAM em 340 MB.

#wrapper{-webkit-box-shadow:0 0 5px 1px rgba(0,0,0,.23);-moz-box-shadow:0 0 5px 1px rgba(0,0,0,.23);box-shadow:0 0 5px 1px rgba(0,0,0,.23)}#wrapperApp{padding:3px;display:flex;height:155px}#appImagem{width:25%}#appLogo{width:154px;height:154px}#appDetalhes{flex-grow:1;padding-left:1px}#nome{font-size:150%}#desenvolvedor,#preco,#tamanho{font-size:75%}#links{flex-grow:1;padding-left:50px}.lojaImg,.lojaImgWindows{width:140px;height:45px;margin-right:1px;vertical-align:middle}.lojasdivs{margin:5px 5px 10px}.lojalinkmobile,.lojas{margin-right:6px}#lojasmobile{display:none}@media only screen and (max-device-width:480px){#wrapperApp{height:auto}#appDetalhes{margin-left:25px}#lojasmobile{display:flex;margin-top:2px;padding-bottom:4px;margin-left:3px}#lojasdivsmobile{flex-grow:1}#nome{pading-bottom:4px;margin-bottom:4px;font-size:120%}#desenvolvedor,#preco,#tamanho{font-size:65%;margin-bottom:0;margin-top:12px}.lojas{display:none}.lojaImg{width:105px;height:34px}#appLogo{width:100px;height:101px}} GameBench Desenvolvedor: GameBench Ltd Preço: grátis - oferece compras no app Tamanho: Depende do dispositivo

Após todos estes testes, vimos que o Zenfone 4 Max é uma boa opção para usuários mais básicos, conseguindo entregar desempenho mais do que satisfatório para quem deseja navegar na internet, acessar redes sociais e alternar entre os aplicativos sem precisar ficar esperando que eles recarreguem a todo momento. Além disso, temos performance bacana para jogos mais simples, podendo até mesmo arriscar um ou outro título mais pesado desde que você abra mão de algumas texturas ou não se incomode com uma taxa de quadros por segundo um pouco mais baixa. Considerando que esta versão do aparelho é encontrada na faixa dos R$ 1 mil, porém, pode ser mais prudente esperar um pouco até encontrar uma promoção, pois nesta faixa de preço temos opções mais potentes como Moto G5S Plus e o próprio Zenfone 3 da Asus. E você, o que achou do desempenho do Zenfone 4 Max? Acredita que o aparelho da Asus entrega um bom custo-benefício? Deixe-nos seu comentário abaixo!

O Asus ZenFone 4 Max est? dispon?vel na Kabum por R$ 939. O custo-benef?cio ? bom. Existem 13 modelos melhores. Para ver as outras 69 ofertas clique aqui. (atualizado em 17 de dezembro de 2017, às 13:03)

Celulares BR © Copyright 2017 - 2018, Todos os direitos reservados